Em Ansiedade
combate à ansiedadeUm relatório divulgado recentemente pela Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou que o Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo. São 9,3%  da população com algum tipo de transtorno, índice três vezes superior à média mundial, e para isso pode ser utilizada a atividade física no combate à ansiedade.

A situação econômica vivida atualmente no país, a pressão no emprego e nos estudos são alguns dos motivos apontados como geradores de transtornos que envolvem a ansiedade e que, se não forem devidamente tratados, podem evoluir para a depressão.

Apesar de muitas pessoas portadoras de algum transtorno ligado à ansiedade terem baixa tolerância ao exercício – receosas pela aceleração dos batimentos cardíacos que uma atividade física proporcionaria -, é justamente ela quem pode servir como poderoso remédio para combatê-lo. A atividade física no combate à ansiedade é uma grande ferramenta.

“A prática regular de exercícios físicos interfere positivamente no combate aos sintomas da ansiedade, agindo diretamente nos mecanismos fisiológicos do indivíduo”, diz o coach e educador físico Cristiano Parente, eleito em 2014 o melhor personal trainer do mundo. Ele explica: “ao final de uma atividade física, há o alívio do estresse e uma sensação de cansaço que faz, naturalmente, o corpo precisar de descanso e recuperação. Essa sensação reduz consideravelmente o sentimento da ansiedade. Isso sem deixar de ressaltar que o exercício físico estimula a produção de endorfina, hormônio ligado à sensação de bem-estar, felicidade e de prazer, sensações estas que se contrapõem a ansiedade”.

O educador ressalta ainda os aspectos emocionais envolvidos na prática de exercícios físicos ligados à prevenção da ansiedade. “Para a realização de uma atividade, qualquer que seja ela, é preciso atenção na execução dos movimentos. Esse envolvimento acaba por tirar a mente e emoção do indivíduo daquela rotina estressante e dos demais focos causadores de ansiedade”, afirma.

Para que  realmente possa ser utilizada a atividade física no combate à ansiedade, Cristiano Parente alerta para a importância da escolha dos exercícios. “É fundamental que se busque uma atividade que goste e que se sinta estimulado a praticar. Isso facilita o envolvimento e engajamento para fazê-la regularmente. Colocar metas na atividade que desafiem, mas que sejam simples de serem batidas, é algo que pode contribuir, já que a sensação de sucesso também age como um potente inibidor dos sintomas de ansiedade”, conclui o coach e educador físico sobre a atividade física no combate à ansiedade.

Confira informações sobre o tratamento de ansiedade oferecido pela clínica LevMind.

O que achou de nossa matéria sobre atividade física no combate à ansiedade? Deixe seu comentário!

Fonte: Vida Saudável

Posts recentes

Deixe um comentário