Em Dor crônica

Podemos dizer que a dor crônica é uma doença de caráter debilitante que afeta amplamente a condição física, psicológica e o comportamento. A dor incessante e persistente acaba acarretando outros quadros graves como depressão e ansiedade.

Sintomas

Os sintomas da dor crônica, com frequência são: cansaço, distúrbio de sono, diminuição do apetite, perda do paladar, perda de peso, diminuição da libido etc., que se desenvolvem gradualmente. Por conta disso, as pessoas acometidas por essa doença tendem a se tornarem inativos, afastar-se da vida social e apresentarem uma enorme preocupação com a saúde física, o que é completamente compreensível, uma vez que a dor não dá trégua ao paciente.

Muitos dos pacientes, principalmente aqueles que não tem um diagnóstico evidente, têm histórico de tratamentos médicos fracassados, dezenas de exames, diagnósticos múltiplos (muitas vezes duplicados) e utilização dos mais variados tipo de medicamentos.

Dor Crônica e Fibromialgia - O que são e como tratar

Fibromialgia

As dores crônicas podem surgir tanto de sistema responsável pela inibição da dor, como aquele responsável pela percepção da dor. A fibromialgia – uma doença altamente debilitante que provoca dores musculares crônicas e que na maioria das vezes não são diagnosticadas – é entendida hoje como um desarranjo nos mecanismos de inibição da dor.

Tratamentos para a dor crônica

Existem diversos tratamentos para a dor crônica, mas podemos citar aqui alguns dos principais.

Atividades físicas

Um dos melhores tratamentos para a dor crônica são as atividades físicas e muitas pesquisas científicas comprovam seus benefícios. Isso porque durante as atividades, cérebro libera endorfinas e o movimento das articulações têm propriedades analgésicas.

Fortalecimento da musculatura

A proteção das estruturas ósseas por uma musculatura fortalecida colabora com a diminuição de dores na coluna e joelhos, por exemplo. Mas vale lembrar que o fortalecimento físico deve ser orientado por um profissional de educação física, principalmente para quem já apresenta dor crônica.

Medicamentos

Além dos tratamentos citados acima, é importante que sejam utilizados remédios em alguns casos de dor, sendo que cada doença apresenta tipos de tratamentos com drogas específicas. A automedicação não é aconselhada em hipótese alguma, podendo agravar o caso ou gerar dependência química.

Posts recentes

Deixe um comentário